História

O Texto é transcrição fiel do livro:

«O CONCELHO DE BARCELOS AQUÉM E ALÉM-CÁVADO»

de Teotónio da Fonseca
Barcelos 1987

Notar que o autor
publicou o livro em 1948:
alguns pormenores
já não correspondem
à realidade actual

PEREIRA ou Pereiró, como em outros tempos também foi conhecida, orago S. Salvador, era curato da apresentação do Real Padroado. No tempo de D. João III passou este direito de apresentação para o Colégio de S. Paulo da Companhia de Jesus da cidade de Braga e nele se conservou até à extinção daquela Companhia em Portugal, voltando para o Real Padroado em 1759. Pereira parece que vem da palavra latina piraria, pereira. Esta freguesia vem nas Inquirições de D. Afonso II de 1220 com a designação — «De Sancto Salvatore de Pereira», nas Terras da Faria e nelas se diz que o rei não tem aqui reguengo algum porque é vila honrada do Senhor Pedro Pais «alferaz».